fbpx

Bezerras leiteiras: tecnologia facilita monitoramento diário

Bezerras leiteiras: tecnologia facilita monitoramento diário

CriaTECH tem como objetivo detectar precocemente problemas na criação dos animais e garantir vacas mais produtivas

A Intergado é uma startup mineira que tem como objetivo desenvolver e disponibilizar soluções de pecuária de precisão. No final de 2019 ela participou do desafio “Ideas for Milk” onde realizou o lançamento da CriaTECH. A solução se trata de uma plataforma de monitoramento diário que possibilita a detecção precoce de falhas que podem ocorrer no processo de criação de bezerras e novilhas leiteiras. O que evita o agravamento de doenças, minimiza as perdas e garante um futuro produtivo e saudável para o rebanho. Essa inovação garantiu a solução a terceira colocação entre as 58 startups selecionadas para participar do evento.

Como funciona

As balanças eletrônicas são instaladas em frente ao bebedouro do piquete que identificam o animal através dos brincos eletrônicos que são colocados nos animais. As bezerras passam a ser medidas e pesadas de forma voluntária todas as vezes que vão ao bebedouro, possibilitando um processo sem estresse durante a coleta das informações. Os equipamentos enviam os dados para a nuvem, disponibilizando em tempo real todas as informações no sistema Intergado CriaTECH.

O sistema fornece o peso e altura individual dos animais e projeta a curva de crescimento em todas as fases de criação. Possibilitando aos produtores, a comparação entre as bezerras com o padrão da raça ou metas preestabelecidas, o que facilita a detecção precoce de falhas no desenvolvimento das fêmeas para produção. A solução também gera alertas que facilitam a identificação de doença em sua fase inicial.

Uma solução pensada nos produtores e nos animais

O CEO da empresa, Marcelo Ribas explica que estão “preocupados com o bem-estar e com o prejuízo que as doenças podem causar, produtores estão manejando suas bezerras a cada dois dias para medir temperatura retal com o objetivo de detectar febre e animais doentes e, assim, realizar o tratamento precocemente para melhorar a taxa de cura e minimizar as perdas no desenvolvimento. Apesar de eficiente, este manejo tem se mostrado muito trabalhoso, gerado custo adicional com mão-de-obra e estresse nos animais”.

A correção rápida de falhas permite que os animais restabeleçam seu desenvolvimento e antecipem a idade do primeiro parto. “A redução dos dias para parição ou dias em estado não-produtivo promove diminuição significativa no custo final dos animais. Por meio da nossa tecnologia, é possível garantir que as futuras vacas do rebanho sejam mais produtivas e saudáveis durante a lactação, já que garantimos o escore ideal dos animais ao parto”, finaliza o diretor executivo da Intergado.

Clique aqui e conheça mais sobre a Solução Intergado CriaTECH

Leia a matéria na integra: DBO: Tecnologia facilita monitoramento diário de bezerras leiteiras

Related Posts